top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Os pedidos de recuperação judicial aumentaram significativamente em março

Divulgação

Com um crescimento de 94,7% em comparação ao mesmo período de 2023, totalizando 183 solicitações. Os dados divulgados pelo Serasa Experian revelam que este foi o maior número registrado até agora em 2024. Luiz Rabi, economista, prevê uma redução nos pedidos de RJ a partir do segundo semestre, atribuindo o aumento atual ao crescimento das empresas enfrentando dificuldades financeiras.

Ele destaca a necessidade de uma diminuição da inadimplência como um primeiro passo para a queda dos pedidos de recuperação judicial. O setor de serviços liderou os pedidos em março, seguido pelo comércio, indústria e produtos primários.

Fevereiro também testemunhou um aumento nos pedidos de recuperação judicial, com 169 solicitações, representando um aumento de 64,1% em relação ao mesmo período de 2023. Micros e pequenas empresas foram as mais afetadas, com 59 solicitações, enquanto as médias e grandes empresas registraram 35 e 9 pedidos, respectivamente.

Fonte: Revista Oeste

Comments


bottom of page