top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Pesquisa da Serasa: 30% dos Brasileiros Pretendem Pagar Dívidas com Restituição do Imposto de Renda

Uma pesquisa realizada pela Serasa aponta que 30% das pessoas que receberão restituição do Imposto de Renda pretendem utilizar a quantia para pagar dívidas. A Receita Federal divulgou que 60,6% das 42,7 milhões de declarações entregues até as 17h30 desta quarta-feira (5) devem ter direito de restituir parte do imposto paga a mais em 2023.
Portanto, cerca de 25,88 milhões terão direito a restituição, sendo que 5,6 milhões já entraram no primeiro lote, pago na última sexta-feira (31). O próximo lote será em 28 de junho. De acordo com o levantamento do Serasa, 57% dos contribuintes devem receber um valor de até R$ 1.000.
Além dos 30% que usarão a quantia para pagar dívidas, 22% afirmam que ainda não sabem o que vão fazer com o dinheiro e 21% disseram que pretendem investir.
“O resultado mostra um pouco do comportamento do brasileiro. No país, há falta de educação financeira, pois é um tema que não é frequente na vida das pessoas, não é discutido nas famílias, na escola, entre os casais”, afirma Thiago Ramos, gerente da Serasa.
Na sua avaliação, no entanto, o fato de 21% das pessoas -2 em cada 10- planejarem investir o valor mostra uma melhora desse comportamento.
“As pessoas estão se planejando mais. Duas em cada cinco pessoas já tinham planejado como declarar o IR antes do prazo ser aberto. Faltando um mês, 60% haviam declarado. É uma melhora e, sem dúvida, impacta na diminuição da inadimplência, pois a pessoa guarda mais dinheiro e não fica inadimplente na primeira emergência”, afirma
O Brasil tem 73,42 milhões de pessoas com o nome sujo na praça, de acordo com dados de abril da Serasa. Foi o terceiro mês seguido de alta e os brasileiros entre 41 e 60 anos representam a maior fatia dos devedores, com 35,1%.
Apesar de 3 em cada 10 pretender pagar dívidas, o pagamento dos débitos não deve ser uma prioridade para todas as pessoas.
“Se o consumidor precisa de crédito, ele precisa do nome limpo, então é melhor pagar as dívidas que estão abertas. Se ele não necessita de crédito, a recomendação é analisar a situação, checar se tem alguma conta vencendo e priorizar as contas que têm maior taxa de juros. As contas com juros mais baixos podem ser renegociadas com a empresa ou então pedir o parcelamento”, diz Ramos.
A pesquisa do Serasa, feita em conjunto com o Instituto Opinion Box, também mostrou que 44% dos entrevistados consideram que o Imposto de Renda tem “papel significativo na distribuição de renda do país”.

fonte:jornaldebrasilia

Comments


bottom of page