top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Polícia Civil investiga caso de agressão de um homem a um bebê de um ano e oito meses em MG

Polícia Civil instaurou inquérito para investigar agressão a bebê em Poços de Caldas e possível descumprimento de medida protetiva


Polícia Civil investiga caso de agressão a bebê de um ano e oito meses em Poços de Caldas (MG) — Foto: Marcos Corrêa

A Polícia Civil instaurou um inquérito nesta sexta-feira (16) para investigar a agressão a um bebê de um ano e oito meses em Poços de Caldas (MG). A coordenadora de uma creche da cidade foi quem notou hematomas na criança e acionou o Conselho Tutelar para relatar o caso. Segundo o boletim de ocorrência, a mãe acusou o pai da criança de descumprir medida protetiva e agredir ela e o bebê.

O caso foi registrado pela Polícia Militar na quinta-feira (15), quando os militares foram acionados a comparecerem à UPA, onde a criança deu entrada com lesão no braço.

No local, os policiais foram informados de que a criança compareceu à creche com sinais de ferimentos na boca e manchas roxas pelo corpo. A coordenadora acionou o Conselho Tutelar e a mãe da criança, que foi levada à UPA.

O bebê passou por atendimento e, conforme o boletim de ocorrência, apresentava lesões na boca, marcas roxas na perna esquerda, no final da costela e na testa, além de um galo na cabeça. As marcas não eram recentes e poderiam ser de um ou mais dias.

Segundo consta no documento, a mãe acusou o pai da criança pelas agressões. Ela informou à polícia que tem uma medida protetiva contra o homem, que deixou a casa dela na segunda-feira (12) por conta desta decisão.

Ela também o acusou de agressões físicas contra ela. O Conselho Tutelar solicitou o registro do boletim de ocorrência para tomar medidas de proteção à criança.

A Polícia Civil informou que instaurou outro inquérito para apurar o possível descumprimento de medida protetiva contra a mãe da criança.

Comments


bottom of page