top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Polícia Civil investiga influencer suspeita de aplicar golpes na web em MG

Instituição investiga se ela vendia produtos como importados, mas que na verdade eram falsificados. O nome dela não foi divulgado.


FOTO: Ilustração/PC

A Polícia Civil investiga uma influencer digital de São Paulo suspeita de cometer estelionato com vítimas que moram em Belo Horizonte e na Região Metropolitana. O nome dela não foi divulgado.

Segundo a instituição, ela vendia produtos de grifes famosas, por preços bem menores, mas os clientes descobriam que os produtos eram falsificados somente ao receber a mercadoria. Seis pessoas registraram boletim de ocorrência (BO).
Contudo, o número de lesados pode ser maior, porque há cerca de 50 pessoas em um grupo na rede social para denunciar os golpes da influencer, que ostenta uma vida de luxo na internet.
Para vender os produtos mais baratos, a suspeita dizia que ganhava muitas mercadorias iguais e, por isso, poderia fazer um preço melhor. As "propagandas" eram feitas em uma rede social, onde a influencer é seguida por cerca de 30 mil pessoas. Uma das vítimas que mora na Grande BH contou como funcionava o golpe.
"Tudo que ela divulga é importado. Perfume importado, bolsa importada, óculos importados. E aí, por exemplo, um perfume de R$ 1 mil, ela vende por R$ 200. Uma bolsa de R$ 5 mil, ela vende por R$ 1 mil. Então, são valores assim, que você desconfia, contou.
Ainda de acordo com a vítima, a influencer ainda a ameaçou.
"Quando eu fui olhar o perfume, o perfume estava aberto, borrifei ele, puro álcool. Aí eu fui nas mensagens que eu estava mandando para ela, falei que ia postar no Correio no dia seguinte e que queria o meu dinheiro de volta. Aí, ela já começou a me ameaçar", completou.

Vítima disse qe ainda foi ameaçada pela influencer — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil orientou que as pessoas lesadas procurem a delegacia para registrar boletim de ocorrência.

FONTE: G1

Comments


bottom of page