top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Polícia desarticula quadrilha suspeita de furtar minério; prejuízo pode chegar a R$ 50 milhões

Os suspeitos podem ser indiciados por associação criminosa, furto qualificado e extração ilegal de minério de ferro. Caso sejam condenados, podem pegar até 12 anos de cadeia.


A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha suspeita de furto de minério de ferro em Minas Gerais. Os criminosos podem ter gerado um prejuízo de R$ 50 milhões às mineradoras.

Segundo as investigações, eles agiam à noite porque é mais difícil perceber os crimes.
Essa foi a segunda fase da “Operação Rio de Metal”, realizada na última sexta-feira (24), em Barão de Cocais, Mariana, Alvinópolis, Santa Bárbara e Sete Lagoas, na Região Central do estado.
Ainda de acordo com a polícia, 15 suspeitos foram identificados. Desses, dois homens, de 32 e 36 anos, foram presos no bairro Betânia, na Região Oeste de Belo Horizonte, e em Nova Lima, na Grande BH. Eles são considerados os “gerentes” da organização criminosa. Duas pessoas estão foragidas e 11 sendo investigadas.
Tratores e retroescavadeiras eram usados no furto de minério de ferro em Minas Gerais — Foto: Polícia Civil/Divulgação
A instituição informou ainda que a quadrilha contratava caminhoneiros e operadores de retroescavadeiras, que furtavam o minério já extraído por outras mineradoras.
Na primeira fase da "Rio de Metal", em junho deste ano, tratores e retroescavadeiras foram apreendidos.
Os suspeitos podem ser indiciados por associação criminosa, furto qualificado e extração ilegal de minério. Caso sejam condenados, podem pegar até 12 anos de cadeia.


FONTE:G1

Comments


bottom of page