top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Polícia identifica suspeitos de golpe em campanha para arrecadar R$ 15 milhões para tratamento de criança em Varginha MG

De acordo com a Polícia Civil, três suspeitos foram identificados após o início das investigações. Apurações começaram após pais de Enrico, de 5 anos, registrarem boletim de ocorrência.


Após denúncia de fraude na campanha para ajudar uma criança de 5 anos a arrecadar R$ 15 milhões para conseguir pagar o tratamento contra uma condição rara em Varginha (MG), três suspeitos de golpe foram identificados em Três Pontas (MG) pela Polícia Civil. As investigações tiveram início depois dos pais de Enrico, de 5 anos, registrarem boletim de ocorrência.

A fraude foi descoberta quando os pais de Enrico, Eric Cavalcantti e Marina Geraldelli, identificaram que alguns voluntários estavam fazendo doações em Pix usando uma chave parecida com a da campanha, mas com o destino para uma conta de nome diferente. O beneficiário que tem recebido o dinheiro criou uma chave semelhante e acrescentou apenas uma letra.

'Salve Enrico': Família faz campanha para conseguir tratamento de criança com distrofia muscular rara em Varginha, MG — Foto: Reprodução EPTV

Depois do registro do BO, durante as investigações, a Polícia Civil chegou a três suspeitos do crime de estelionato. Todos da cidade de Três Pontas, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão pela polícia. Além disso, foram bloqueadas as contas bancárias dos estelionatários e também a com o email fake da campanha.

Depois do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, a Polícia Civil destacou que as investigações continuam. A polícia não informou o valor do bloqueio das contas e nem se o dinheiro será revertido para a campanha oficial.

Campanha por tratamento


Enrico, de 5 anos, foi diagnosticado com Distrofia Muscular de Duchenne. Desde outubro, a família dele tem feito uma mobilização pelas redes sociais em busca de doações.

Para que a criança tenha um desenvolvimento saudável, a família está em busca de um tratamento novo, um remédio que já foi aprovado nos Estados Unidos. Ele custa R$ 15 milhões e uma única dose impede a progressão da doença.

'Salve Enrico': Família faz campanha para conseguir tratamento de criança com distrofia muscular rara em Varginha, MG — Foto: Reprodução EPTV

Como o custo do medicamento é caro, eles decidiram criar uma campanha nas redes sociais para arrecadar o dinheiro. O objetivo, claro, é alcançar algo que não tem preço: uma vida boa e longa para o Enrico.

“A medicina está se modernizando aos poucos e esse tratamento vem evoluindo muito. É um tratamento inovador, é uma medicação que é usada com dose única, que tem bons efeitos ao longo de 5 anos. Os níveis de distrofina do meu filho podem melhorar em torno de 95%. Então é a medicação mais promissora do momento", explica Eric Cavalcantti, pai do Enrico e médico.

“Não tem preço. A gente faz de tudo para ver ele bem. E para qualquer pai, qualquer mãe, a gente quer isso: que a criança continue com qualidade de vida, continue bem", completa a mãe.

FONTE:G1

Comments


bottom of page