top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Policial penal é preso por facilitar entrada de celulares para facção criminosa em presídio de MG

O homem foi afastado dias antes da prisão por ingerir diversos medicamentos e precisar ser internado em um hospital da cidade


O homem recebia dinheiro para entregar dispositivos aos detentos. FOTO: Polícia Civil

Um policial penal, de 40 anos, foi preso na última sexta-feira (17) suspeito de facilitar a entrada de celulares para integrantes de uma facção criminosa em um presídio em Muriaé, na Zona da Mata mineira.

Segundo a Agência de Inteligência e Informações Policiais da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, o investigado estaria recebendo dinheiro para ajudar detentos a entrarem no local com itens proibidos. Imagens de câmeras de segurança gravaram o momento que ele entrega uma sacola com dispositivos celulares a um presidiário, que os distribui para outros presos.

Ainda conforme o órgão, o policial estava afastado de suas atividades por problemas psiquiátricos após ingerir diversos medicamentos e acabar internado em um hospital de Muriaé.

As investigações continuam para elucidar os fatos e identificar outros possíveis envolvidos no esquema criminoso.

Posicionamento da Sejusp

"O profissional está detido na Casa de Custódia do Policial Penal, em Matozinhos. As investigações estão a cargo da Polícia Civil, que também recebeu os celulares apreendidos. Já as apurações administrativas serão realizadas pelo Núcleo de Correção Administrativa (Nucad), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), e podem levar à demissão do servidor. Destacamos que a Sejusp não compactua com quaisquer desvios de conduta dos seus profissionais. Todas as situações são acompanhadas com rigor e as medidas administrativas cabíveis no âmbito do processo legal são tomadas, guardando sempre o direito à ampla defesa e ao contraditório."

FONTE: ITATIAIA


Comments


bottom of page