top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Presidente do TRE-RS Confirma Eleições Municipais para Outubro


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Voltaire de Lima Moraes, anunciou que as eleições municipais estão mantidas para outubro, mesmo diante dos danos causados pelas enchentes que afetam o estado. A confirmação veio após uma reunião com a ministra Cármen Lúcia, recém-empossada presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Reunião com a Ministra Cármen Lúcia
A reunião, que ocorreu na terça-feira, 3 de junho, marcou o primeiro encontro de Cármen Lúcia com os presidentes dos TREs desde sua posse. Durante o diálogo, a ministra garantiu que o TSE fornecerá todo o suporte necessário para assegurar a normalidade do processo eleitoral no Rio Grande do Sul, conforme informado pela coluna de Carolina Brígido, do UOL.
Possibilidade de Adiamento das Eleições Negada
O governador Eduardo Leite (PSDB) havia levantado a possibilidade de adiar as eleições municipais devido às enchentes que atingem a maioria das cidades gaúchas desde abril. Ele sugeriu que a troca de administração nas prefeituras poderia comprometer os esforços de reconstrução das áreas afetadas.
No entanto, Alexandre de Moraes, ex-presidente do TSE, já havia afirmado que não haveria discussões sobre o adiamento das eleições no estado. O presidente do TRE do Distrito Federal, Jair Soares, chegou a oferecer o empréstimo de urnas eletrônicas para auxiliar o Rio Grande do Sul.
Preparativos para as Eleições
Com a confirmação da realização das eleições em outubro, o TRE-RS e o TSE se preparam para enfrentar o desafio adicional imposto pelas enchentes, garantindo que o processo democrático ocorra sem percalços. A colaboração entre as diferentes instâncias eleitorais é essencial para superar os obstáculos e assegurar que os eleitores possam exercer seu direito de voto.
Esta decisão reafirma o compromisso das autoridades eleitorais com a manutenção do calendário democrático, mesmo em situações adversas, assegurando que os cidadãos do Rio Grande do Sul possam escolher seus representantes municipais no prazo estabelecido.

Fonte: Revista Oeste

Comments


bottom of page