top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Semana Mundial do Meio Ambiente começa com debate qualificado em Varginha




Nesta terça-feira, dia 04 de junho, durante a Semana Mundial do Meio Ambiente, o Coletivo Rio Verde VIVO vai promover a continuidade do debate regional sobre a relação das cidades sul mineiras com as suas águas, em especial na bacia do rio Verde. O evento nesta edição volta a ocorrer na Câmara Municipal de Varginha. O encontro, aberto à participação popular sem necessidade de inscrição prévia, vai abordar atualizações sobre perspectivas e riscos que envolvem os corpos hídricos que viabilizam a vida em trinta e uma cidades da região.

Em um momento em que a sociedade acompanha os impactos das mudanças climáticas no Rio Grande do Sul, o objetivo deste novo debate regional, vai fomentar a avaliação dos avanços desde o primeiro evento que ocorreu em junho de 2019 em Varginha e meses depois, com a realização da segunda edição na Câmara Municipal de Três Corações.

Durante estes encontros que lotaram as Casas Legislativas, foram expostos fatores que contribuem negativamente para a qualidade das águas, impactando diretamente a vida nas cidades. No caso do rio Verde, desde a sua nascente em Itanhandu até a sua foz entre Elói Mendes e Três Pontas no atual Lago de Furnas, o rio influencia o dia-a-dia de mais de quinhentos mil sul mineiros.

Como resultado dos encontros foram gerados dois Dossiês contendo as respectivas "Carta das Águas". Estes documentos vão ser o ponto de partida para o novo Debate Regional. Todo o conteúdo está disponível na página do Coletivo rio Verde VIVO no Facebook.

Vai haver transmissão ao vivo pela página do Coletivo no Facebook. O Debate Regional vai acontecer na Câmara Municipal de Varginha e conta com o apoio de divulgação e de mobilização do festival de engajamento cidadão Virada Varginha.

O Coletivo Rio Verde VIVO é um movimento que emergiu em 2016 com o intuito de fomentar e qualificar o debate sobre a qualidade das águas do rio Verde no Sul de Minas Gerais. A mobilização se iniciou em um momento relevante: durante o processo de licenciamento ambiental e a construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Boa Vista 2 em Varginha e também por ocasião da discussão no município do novo contrato de programa com a Copasa.

Comments


bottom of page