top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Sob homenagens, professora morta por se recusar a emprestar carro ao sobrinho é sepultada em MG

Crime aconteceu em Guapé (MG). A vítima de 58 anos foi sepultada nesta quarta (17) em Ilicínea (MG). Suspeito foi preso e encaminhado ao presídio.


A professora que foi morta por não emprestar carro ao sobrinho foi sepultada na manhã desta quarta-feira (17) em Ilicínea (MG). Durante o velório, Elza Maria de Oliveira recebeu as últimas homenagens da escola onde ela trabalhava.

"A Elza era uma grande amiga, pessoa justa, correta, firme, de firmeza de caráter. Era pra nós um apoio, uma rocha. [...] Ela cumpriu sua missão. Foi tudo isso pra nós e muito mais. Era uma grande mãe de todos nós", comentou a diretora da instituição.

Após pronunciamento da direção, alunos, professores e funcionários da Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida recitaram poemas, cantaram e tocaram músicas, antes de se despedirem dela.

Elza Maria de Oliveira, de 58 anos, foi encontrada morta no Sul de Minas — Foto: Reprodução / Redes sociais

Elza Maria de Oliveira, de 58 anos, foi encontrada morta nesta terça-feira (16) em uma casa entre Ilicínea e Guapé (MG). O principal suspeito, sobrinho dela, foi preso.

Segundo a Polícia Militar, ela morreu após ser agredida dentro de casa no início da manhã. A Polícia Civil investiga a maneira que ela foi morta.

De acordo com familiares da vítima, o sobrinho estaria drogado e ela teria se negado a emprestar o carro para o suspeito. Ele cometeu o crime e roubou o carro.

Conforme a Polícia Civil, a família achou estranho que o sobrinho estaria andando no carro dela, já que ela não tinha o hábito de emprestar o veículo para ninguém.

Prisão do sobrinho


Após rastreamento, o suspeito foi preso na cidade de Boa Esperança (MG). Na abordagem, a polícia identificou que ele conduzia o veículo da vítima com dois passageiros, sendo uma criança e uma pessoa com deficiência (PcD).

"Nesse momento nós ainda não sabemos a motivação do crime. O suspeito alegou para a Polícia Militar que estava em surto psicótico, nós ainda precisamos confirmar isso. Mas nesse primeiro momento tudo indica que ele permanecerá preso até decisão superior", informou o delegado Alexandre Boaventura.

A Polícia Civil informou que lavrou o auto de prisão em flagrante delito do suspeito. A perícia técnica foi enviada ao local e coletou provas durante os trabalhos de praxe.

A assessoria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que o suspeito deu entrada no Presídio de Matias Barbosa (MG) ainda na terça-feira (16), onde permanece até o momento.

Nota de pesar


Pelas redes sociais, a Prefeitura de Ilicínea informou e lamentou a morte de Elza de Oliveira.

Prefeitura de Ilicínea emite nota de pesar após morte de professora — Foto: Reprodução Redes Sociais
O corpo da professora foi velado na Câmara Municipal de Ilicínea e sepultado às 9h desta quarta-feira (17) no Cemitério Municipal.

FONTE:G1

Σχόλια


bottom of page