top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

USP é a 16ª Maior Produtora de Pesquisa Científica no Mundo, Aponta Ranking Internacional

A Universidade de São Paulo (USP) foi classificada como a 16ª universidade que mais produz pesquisa científica no mundo, conforme o ranking elaborado pelo Centro de Estudos em Ciência e Tecnologia (CWTS) da Universidade de Leiden, na Holanda.
De acordo com o Jornal da USP, o ranking avalia a pesquisa acadêmica das instituições com base na produção científica publicada na base de dados Web of Science, editada pela Clarivate Analytics.
A edição de 2024 analisou a produção científica entre 2019 e 2022, classificando 1.506 universidades globalmente, 95 a mais do que em 2023. A USP foi a única instituição ibero-americana a figurar entre as 130 melhores do mundo, com a Universidade de Lisboa na 133ª posição.
Na América do Sul, a Universidade de Buenos Aires ficou em 448º lugar e a Universidade do Chile em 511º. No critério de impacto científico, a USP ocupou a 16ª posição, com 43,5% dos 20.985 artigos publicados no período entre os 50% melhores do mundo em suas áreas de conhecimento.
A USP também se destacou no quesito colaboração, que avalia parcerias interinstitucionais, internacionais e com a indústria, ficando na 13ª colocação. Na modalidade de acesso aberto, que refere-se à disponibilidade gratuita dos resultados de pesquisas científicas, a USP ficou igualmente na 13ª posição.
Outro critério analisado foi o número de artigos publicados por gênero, no qual a USP ficou em 3º lugar, atrás apenas da Universidade de Harvard e da Universidade de Toronto. Este indicador avalia o número de mulheres autoras de artigos e sua proporção em relação ao total de autores. Fonte: G1

Comments


bottom of page