top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

USP Perde Posição de Melhor Universidade da América Latina


A Universidade de São Paulo (USP) foi ultrapassada pela Universidad de Buenos Aires (UBA) no QS World University Ranking 2025, caindo do primeiro lugar na América Latina para o 92º lugar no ranking global. Este resultado marca uma mudança significativa na liderança acadêmica da região.
Destaques e Desempenho das Universidades Brasileiras
Mesmo com a queda, a USP ainda se destaca globalmente em várias métricas:




Outras universidades brasileiras também se posicionaram entre as 500 melhores do mundo:



Desempenho Específico e Iniciativas Sustentáveis
Outras instituições brasileiras se destacaram em critérios específicos:



As universidades brasileiras mostraram melhorias significativas na taxa de emprego de graduados, com 63% subindo na métrica de resultados de emprego. O Brasil também lidera em sustentabilidade na América Latina, implementando estratégias progressivas em meio ambiente, social e governança.
Desafios e Colaborações
Apesar dos avanços, o Brasil enfrenta desafios no impacto da pesquisa, com uma queda de 89% nas citações por docente. No entanto, possui a maior pontuação média de colaboração internacional na América Latina.
Segundo Ben Sowter, vice-presidente sênior da QS, as universidades brasileiras estão em progresso. “Lideradas pela prestigiosa Universidade de São Paulo, há todas as oportunidades para que o ensino superior brasileiro continue a crescer com investimentos direcionados e estratégias eficazes”, afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo.
Parcerias estratégicas de pesquisa, como a recente colaboração entre a USP e o Imperial College London, são vistas como fundamentais para impulsionar a pesquisa de ponta e o progresso futuro do Brasil.
Ranking Global e Destaque Internacional
O ranking mundial de 2025 incluiu 1,5 mil universidades de 106 sistemas de ensino superior. Os Estados Unidos lideram com 197 instituições classificadas, seguidos pelo Reino Unido com 90 e a China com 71. O Brasil tem 35 universidades classificadas, com sete subindo na tabela, quatro descendo e 24 mantendo suas posições.
No topo do ranking, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) mantém a liderança pelo 13° ano consecutivo, seguido pelo Imperial College London, Universidade de Oxford e Universidade de Harvard. A Universidade de Cambridge completa o top 5. Suíça e Cingapura também aparecem entre os dez primeiros, com o Instituto Federal Suíço de Tecnologia (ETH Zurich) e a Universidade Nacional de Cingapura (NUS) em sétimo e oitavo lugares, respectivamente.
Fonte: Revista Oeste

コメント


bottom of page