top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Alunas do Unis colocam Pedagogia Hospitalar em prática com crianças no Hospital Regional de Varginha





No universo da educação, a Pedagogia Hospitalar emerge como uma vertente fundamental, proporcionando educação, cultura e diversão a crianças, adolescentes e jovens que, por razões de saúde, encontram-se hospitalizadas. Trata-se de uma abordagem pedagógica sensível, adaptada ao ambiente hospitalar, que visa garantir o direito à educação, mesmo nas circunstâncias mais desafiadoras, garantindo que o processo educacional não seja interrompido durante o período de internação.

A relevância da Pedagogia Hospitalar reside na sua capacidade de não apenas amenizar o impacto do ambiente hospitalar, mas também de contribuir para a continuidade de desenvolvimento cognitivo, emocional e social dos pequenos pacientes. Por meio de atividades educacionais planejadas, é possível criar um espaço educativo, lúdico e enriquecedor, promovendo a aprendizagem e a alegria mesmo durante a estadia hospitalar, além de fomentar um papel fundamental na humanização do ambiente hospitalar e na promoção do bem-estar emocional e psicológico dos pacientes em fase de escolarização.

A garantia desse atendimento pedagógico em hospitais é respaldada por legislações nacionais que reconhecem o direito à educação para todos, inclusive para aqueles em fase escolar e que, por motivo de saúde, não podem frequentar suas escolas regulares. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), bem como a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), são marcos legais que respaldam a Pedagogia Hospitalar, garantindo seu caráter inclusivo e a sua importância no processo educativo.

Neste contexto, a turma do 8º período do curso de Pedagogia do Unis, durante o desenvolvimento da disciplina “Estratégias Pedagógicas Corporativa e Hospitalar”, ministrada pela Profa. Vânia Flores, teve a oportunidade de colocar em prática os estudos teóricos adquiridos ao longo da disciplina. A proposta foi planejar uma manhã especial na brinquedoteca da Pediatria do Hospital Regional do Sul de Minas, em Varginha.

A atividade pedagógica foi cuidadosamente elaborada, para crianças de 1 a 6 anos, contemplando contação de histórias, músicas e brincadeiras interativas. O objetivo principal era proporcionar momentos de aprendizado, alegria e distração para as crianças hospitalizadas, respeitando suas condições e garantindo um ambiente seguro e estimulante. Essa experiência não apenas impactou positivamente as crianças hospitalizadas, proporcionando momentos de descontração e aprendizado, mas também enriqueceu a formação das futuras pedagogas. A prática em um ambiente hospitalar contribui para prepará-las para os desafios e a sensibilidade necessários nesse campo de atuação tão especial.

Além disso, essa vivência reforçou a responsabilidade social e o compromisso das futuras pedagogas com a promoção de uma educação inclusiva e de qualidade, em contextos desafiadores como o hospitalar. A Pedagogia Hospitalar se apresenta como uma rica e gratificante área de atuação para os profissionais da Pedagogia, mas que ainda é pouco ofertada nos ambientes hospitalares.

Comments


bottom of page