top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Ataque israelense no Líbano mata comandante sênior da unidade de elite do Hezbollah


Um ataque israelense no sul do Líbano na segunda-feira (8) matou um comandante sênior da força de elite Radwan do Hezbollah, disseram três fontes de segurança à Reuters.
As fontes de segurança identificaram-no como Wissam al-Tawil, vice-chefe de uma unidade da força Radwan. Eles disseram que ele e outro combatente do Hezbollah foram mortos quando o carro foi atingido em um ataque na vila libanesa de Majdal Selm.
“Esse é um ataque muito doloroso”, afirmou uma das fontes de segurança.
O Hezbollah perdeu mais de 130 combatentes em bombardeios israelenses no sul do Líbano desde que o bombardeio começou, após o ataque do Hamas no território israelense em 7 de outubro.
As tensões na fronteira entre Israel e Líbano aumentaram desde que o vice-chefe do Hamas, Saleh al-Arouri, foi morto por um drone nos subúrbios ao sul de Beirute, um reduto do Hezbollah, aliado do Hamas, num ataque amplamente atribuído a Israel.
O secretário-geral do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, alertou Israel em dois discursos televisionados na semana passada para não lançar uma guerra em grande escala contra o Líbano.
“Quem pensa em guerra conosco – em uma palavra, vai se arrepender”, disse Nasrallah.
Fonte: CNN

bottom of page