top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

OPORTUNIDADE: Testes de admissão para Universidade de Oxford poderão ser feitos no Cefet-MG

As inscrições começam em maio e se encerram sempre em 15 de outubro


— Foto: Cefet-MG
Estudantes brasileiros que desejam estudar na Universidade de Oxford, no Reino Unido, agora podem fazer parte do processo seletivo no Brasil. O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), cujo câmpus principal fica em Belo Horizonte, foi credenciado pela instituição, uma das mais renomadas do mundo, para realizar testes de admissão. Assim, o Cefet-MG se torna o primeiro polo aplicador desse tipo de teste no Brasil. A universidade inglesa exige testes de admissão para a maior parte dos seus cursos, que são feitos em locais credenciados. Neles, os candidatos fazem uma prova que tem uma parte remota, e outra por escrito, no papel. “Usamos esses testes para nos ajudar a escolher entre todos os excelentes candidatos que se candidatam para estudar em Oxford”, explicou a universidade inglesa, em nota ao Estadão.
“Todos os anos, candidatos de todo o mundo fazem suas provas em sua própria escola ou faculdade, ou em um centro aberto, como o Centro Federal de Educação Tecnológica, em Minas Gerais”, acrescentou.
A novidade é mais uma que a universidade inglesa traz para o país. A instituição anunciou em 2021 a criação de uma unidade latino-americana (Oxford Latam), que a partir do próximo ano terá cursos de extensão no Rio de Janeiro. Futuramente, a previsão é de que o Brasil tenha até mesmo cursos de graduação oferecidos pela Oxford. Sobre o novo polo aplicador de testes, o Cefet-MG foi escolhido por causa da sua estrutura física e do laboratório de computadores, explica o centro tecnológico. A unidade federal oferece ensino médio, cursos técnicos e graduações.
A universidade também considera que o Cefet-MG tem um quadro de profissionais capacitado para a organização e aplicação dos testes, além de oferecer condições adequadas de atendimento a pessoas com deficiência.
Agora, qualquer cidadão brasileiro ou mesmo de outro país poderá fazer o teste de admissão em Belo Horizonte. É preciso, contudo, estar atento aos prazos e demais exigências. As inscrições para ingresso em Oxford começam em maio e se encerram sempre em 15 de outubro. Com isso, a demonstração de interesse acontece cerca de um ano antes do início efetivo das aulas.
A inscrição é feita no próprio site da Universidade de Oxford. A partir daí, um código será gerado e deverá ser usado para solicitar a aplicação do teste junto ao Cefet-MG. Será preciso pagar a taxa de inscrição, e depois a instituição brasileira entrará em contato para definir a data de aplicação da prova.
Ao fazer a inscrição, o candidato também precisará providenciar histórico escolar, certificado de conclusão do Ensino Médio (com tradução juramentada), resultado de exames de proficiência em língua inglesa (como o Ielts), recomendações escritas por seus professores (em inglês) e carta pessoal de motivação (personal statement).

FONT: O TEMPO

Comments


bottom of page