top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Superintendência Regional de Saúde de Varginha promove campanha de Multivacinação nas Escolas




Em Varginha, no dia 30/10, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Varginha participou da vacinação de crianças e adolescentes entre 5 e 12 anos, na Escola Municipal Matheus Tavares. A ação estratégica de Multivacinação nas Escolas é promovida pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), em parceria com a prefeitura de Varginha. A vacinação ocorreu nos dois turnos de aula, manhã e tarde.

Apenas no turno da manhã, a equipe de imunização avaliou 142 cartões de vacina. Destes, 120 estavam em dia e 22 crianças e adolescentes receberam as vacinas que estavam em atraso, atualizando seus cartões de vacinação. Foram aplicadas 15 das doses aplicadas da vacina HPV quadrivalente.

A secretária Municipal de Educação de Varginha, Juliana de Paula Mendonça, destaca que o espaço da escola é um facilitador para os pais na imunização, “a intenção é que se faça essa ação em todas as unidades escolares. Nessa semana e na próxima a campanha estará intensificada, objetivando imunizar todas as nossas crianças”, explicou.

Para a superintendente Regional de Ensino de Varginha, Eliane dos Reis Dias, “essa parceria saúde e educação é essencial porque nós reunimos o público-alvo das vacinas em nossas unidades. A vacinação dos alunos, evitando doenças, melhora inclusive o rendimento escolar deles. A saúde nos auxilia a levar as informações corretas, tirar dúvidas dos pais e responsáveis para que possamos ter uma boa adesão”, destacou Eliane Dias.

O Dia D de imunização, no município de Varginha, foi realizado no sábado (28/10) e contou com a presença de 1.331 pessoas nas salas de vacina. Destas, 857 pessoas foram vacinadas com diversos imunizantes e 474 estavam com os cartões em dia.
O secretário Municipal de Saúde, Adrian Bueno, enfatiza que “esse é um momento fundamental de prevenção. Quem vai ganhar essa parceria será toda a população, com a prevenção de doenças e óbitos que podem ser evitados com esse gesto simples e gratuito”.

Para o dirigente da SRS Varginha, Luiz Paulo Riceputi Alcântara, a estratégia “reforça a necessária intersetorialidade entre saúde e educação, estamos resgatando uma ação primordial para elevar a cobertura vacinal, a vacinação extramuros, para além dos espaços das unidades de saúde, garantindo o acesso a essa tecnologia tão importante de saúde que é a vacina. Não pode restar dúvidas da relevância da vacina para o desenvolvimento da sociedade.

A campanha nacional de imunização foi concebida em 1973 e formalizada em 1975. É uma experiência exitosa de saúde pública brasileira e serve como exemplo para o mundo. Essa estratégia busca resgatar esse ato tão importante para a saúde coletiva. Queria reiterar que nossa constituição determina isso para as famílias, sociedade e poder público. O estatuto da criança e adolescente também reitera a relevância do acesso à vacinação e essa intersetorialidade, que a gente já pratica com o programa saúde na escola, está permitindo resgatar o uso desse espaço, combatendo inclusive a desinformação”, afirmou o dirigente.

Assim como em Varginha, pelo menos em outras 15 Unidades Regionais de Saúde (URS) no estado de Minas Gerais, estão ocorrendo ações simultâneas. Crianças e adolescentes estão sendo vacinados nas escolas, em um movimento em todo o estado, somando os esforços do Governo de Minas, das prefeituras e do Ministério da Saúde (MS).

Comments


bottom of page