top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Varginha intensifica ações de combate contra a dengue com força-tarefa em andamento




O município tem hoje 758 casos e dois óbitos em investigação de pessoas que tinham comorbidades.

Entre as medidas da Prefeitura, está a publicação do Decreto Municipal que declara Situação de Emergência em Saúde Pública devido ao alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, zika e Chikungunya. Com isso, o Município fica autorizado a adotar todas as medidas administrativas necessárias à contenção da epidemia, em especial, fazer aquisição pública de insumos e materiais e contratar serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial, nos termos do inc. VII, do art. 75, da Lei Federal nº 14.133, de 1º de abril de 2021. O procurador-geral do Município Evandro dos Santos, enfatiza que “foi editado e publicado o decreto para combater as doenças e assim vai otimizar recursos e dar celeridade quanto às providências”.

As ações e os serviços públicos de saúde voltados à contenção da emergência serão articulados pela Secretaria Municipal de Saúde – SEMUS em regime de urgência e prioridade em todos os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, inclusive em termos de reforço às atividades, equipamentos e equipes de saúde.

O Decreto, que vigorará pelo prazo de 180 dias, contados de sua assinatura, poderá ter seu prazo ampliado, reduzido, ou mesmo revogado antes do prazo inicialmente fixado, se os motivos que lhe deram causa forem controlados ou não mais existirem. De acordo com o secretário Municipal de Saúde - SEMUS, médico Adrian Nogueira, “a missão é dar suporte maior a toda população de Varginha e esse decreto vai permitir montar equipes multidisciplinares, começando pela Policlínica Central que funcionará em horário estendido para atender a população com os sintomas da dengue das 17h às 21h e se necessário for vamos montar outras equipes para atender outros quadrantes da cidade”. Outra medida da Prefeitura será intensificar a fiscalização dos imóveis sujos e com mato. Para isso, os fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento – SEPLA - passaram por um treinamento para já a partir de amanhã começaram a notificar os donos dos imóveis. O secretário da SEPLA Ronaldo Gomes explica que “já foram acionados os fiscais da Postura, Fiscalização Imobiliária, Vigilância Ambiental, Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal e outros setores para essa força tarefa”. O prefeito Vérdi determinou que inclusive os lotes do Município sejam limpos. “Vamos pegar firme, vamos notificar previamente e depois virá a multa para evitar a proliferação dos mosquitos”, avisa.

Para ajudar nessa fiscalização de imóveis, essa força-tarefa vai contar com drones. O vereador Cabo Valério, está articulando parceria com órgãos de segurança pública. “Já conseguimos drones e operadores credenciados da Polícia Civil e da Polícia Militar; esperamos contar com 8 drones e estamos providenciando a licença da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para realizar essa fiscalização no espaço aéreo de Varginha que terá que ser reservado para essa operação”, explica o vereador.

Os fumacês serão realizados diariamente a partir das 16h.

Por fim, o médico Adrian orientou as pessoas. “A Administração Municipal está tomando providências para toda a cidade, mas cada pessoa tem que se dedicar ao combate individual, ou seja, principalmente usando repelente para evitar ser picada”, diz o secretário de Saúde.

Comments


bottom of page