top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Caged: Micro e pequenas empresas mineiras criaram 79% das vagas de trabalho em agosto




De acordo com levantamento feito pelo Sebrae Minas, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), as micro e pequenas empresas (MPE) mineiras geraram um saldo de 11.996 vagas de emprego em agosto, o que representa 79% do total de postos de trabalho criados no estado. No mesmo mês, o saldo gerado pelas empresas de médio e grande portes foi de 3.182 vagas.

Minas Gerais foi o terceiro estado do Brasil com o maior saldo de empregos nas MPE. Apesar do resultado positivo, houve uma queda de 18,64% no saldo de empregos gerados pelo segmento em relação a julho deste ano e de 50% em relação a agosto de 2022.

Os setores que mais contrataram em agosto foram Serviços, com um saldo positivo de 8.728 vagas, seguido do Comércio (3.877) e da Indústria da Transformação (2.849). “Minas Gerais tem registrado um aumento contínuo na participação do PIB brasileiro.

O setor de Serviços é um dos que tem contribuído nessa expansão, impulsionando a geração de empregos no estado”, avalia o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

A Indústria Extrativa Mineral apresentou a maior taxa de crescimento em comparação ao mês anterior, com um aumento de 104,85% no número de vagas. Em contrapartida, o agronegócio registrou o pior desempenho na geração de empregos nas MPE em agosto, com um saldo negativo de -5.486 postos de trabalho. O setor também teve a pior variação em relação ao mês anterior, com uma queda de 484,98% no número de vagas.

Entre os municípios, Belo Horizonte apresentou o melhor resultado, com um saldo de 3.310 postos de trabalho. Já Ipatinga registrou o menor saldo de empregos (-827) nas MPE no período.

Atividades e ocupações em destaque
As atividades com o maior número de contratações nas MPE mineiras em agosto foram as de apoio à gestão de saúde, com 816 vagas geradas, seguida da construção de rodovias e ferrovias, com 599 vagas, e restaurantes e similares, com 572.

Já as ocupações mais demandadas pelas MPE no período foram: servente de obras (1.353), alimentador de linha de produção (990) e auxiliar de escritório (958).

Perfil das vagas de trabalho
O perfil mais comum das admissões geradas pelas MPE mineiras em agosto de 2023 são homens na faixa etária de 18 a 24 anos, com ensino médio completo. O salário médio de admissão pago no período foi de R$1.777,32, cerca de R$28,45 a menos que o salário médio de desligamento.
bottom of page