top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Coluna Agenda 21 - 29/12/2023



Retrospectiva 2023


Última semana do ano, é momento de retrospectiva. Aqui alguns dos acontecimentos que marcaram 2023 e sua relação com os ODS da ONU. Objetivo 5 - Igualdade de gênero. O ano foi marcado por denúncias sobre assédio e violência doméstica envolvendo famosos no Brasil e no mundo.

A PL “não é não”, aprovada pela Câmara em primeiro de agosto, visa combater e prevenir a violência contra as mulheres. A ativista iraniana Narges Mohammadi recebeu o Nobel da Paz por sua luta contra a opressão das mulheres e a promoção de direitos e liberdades. Um mês antes, a também iraniana Mahsa Amini foi detida pela polícia da moralidade de seu país por usar o véu de forma inadequada, acabando morta em consequência da violência policial. A posse de Lula com evento que teve participação de toda a diversidade de nosso país sinalizava mudanças na composição dos ministérios. No decorrer do ano, porém, algumas foram abortadas e outras executadas por curto espaço de tempo. O quadro político continua extremamente desigual em relação a gênero e raça.

Objetivo 8 – Trabalho decente e crescimento econômico. Trabalhadores rurais foram resgatados, em várias regiões do sul do país, em situações análoga à escravidão.

Objetivo 11 – Cidades e comunidades sustentáveis. Mais um crime ambiental: o rompimento da mina 18 de exploração de sal-gema pela Braskem, em Maceió, afunda um bairro inteiro. Todas as pessoas já haviam sido retiradas e seguem desalojadas enquanto não há consenso entre estado e município sobre responsabilidades e soluções.

Objetivo 13 – Ação contra a mudança global do clima. Este foi o ano mais quente da história, segundo as medições que começaram a ser feitas em 1979. O resultado foi volumes recorde de chuva, secas nunca vistas e ciclones extratropicais arrasando cidades. A Natureza emitindo seus avisos!

Na Conferência do clima - a COP 28, a dificuldade em firmar acordos reflete um mundo desconectado. A comitiva brasileira foi liderada por Marina Silva, ministra do meio ambiente, e Sônia Guajajara, ministra dos povos indígenas, e recuperou parte da credibilidade do Brasil em assuntos socioambientais.

Belém, no Pará, é confirmada para sediar a cop 30, em 2025.

Objetivo 15 – Vida terrestre. Batalhas políticas a respeito do Marco temporal foram assunto durante todo o ano, ainda não finalizadas.

Objetivo 16 – Paz, justiça e instituições eficazes. A guerra na Ucrânia chegou a seu segundo ano. Iniciou-se a guerra entre Israel e o Hamas. E, longe dos holofotes da grande mídia, guerras acontecem em Myanmar, Sudão, Maghreb, México (tráfico de drogas) e Etiópia.

Esta uma pequena amostra do que foi notícia nos últimos 365 dias. Na esperança de que a próxima retrospectiva traga mais ações positivas, desejo a todos um feliz 2024!

* Luciane Madrid CesarArtigo gentilmente cedido pela autora a título de colaboração com a Agenda 21 Local.



Engº Civil Alencar de Souza Filgueiras

Presidente do Fórum da Agenda 21 Local

Presidente do Conselho Fiscal do IBAPE/MG


Comments


bottom of page