top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Prefeitura de Varginha inaugura CRAS VI na Vargem




A Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social - SEHAD, inaugura mais um Centro de Referência de Assistência Social - CRAS VI, localizado na rua Maria Cristiano Piva, 50, bairro da Vargem.

O secretário de Habitação e Desenvolvimento Social, Manoel Magalhães, explica que a demanda pelo sexto CRAS já era muito antiga. “Varginha possuia cinco CRAS - na região do Sion, Centro, Urupês, Jardim Estrela e Novo Tempo. Esse novo vai atender moradores dos bairros desde o São Lucas até o Figueira, Vargem e zona rural e vai desafogar o CRAS I no Sion”, adianta Manoel.

O prefeito Vérdi Melo afirma que “vamos poder atender melhor uma população de bairros novos com essa unidade pública de atendimento que oferece os mais diversos serviços e sobretudo vamos ter uma porta de atendimento para a área rural e assim estamos chegando cada vez mais perto das famílias que necessitam da assistência social”.

Essa sexta unidade do CRAS leva o nome do varginhense Haroldo Vinhas. A inauguração será nesta sexta-feira, 14, às 9h.

Haroldo Vinhas, nascido em 27/06/1931, filho de Iracy Marques Vinhas e Firmino Vinhas, um dos primeiros presidentes da Associação Comercial de Varginha.
Foi casado durante 66 anos com Maria Ofélia Moraes Vinhas, com que teve cinco filhos (Haroldo Filho, Heliana, Cleber, Márcio e Helaina), dez netos e oito bisnetos.

Trabalhou como escrivão do crime no Fórum da cidade, na secretaria e tesouraria da Faculdade de Direito de Varginha. Formou-se na primeira turma de advogados dessa instituição, da qual foi um dos fundadores. Trabalhou incansavelmente por seu reconhecimento pelo MEC, em Brasília. Haroldo foi atuante na Igreja Católica, dirigiu muitos encontros do Movimento de Cursilhos e serviu como Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão na Igreja São Judas, onde também atuou em várias pastorais.

Era uma pessoa enérgica, mas de riso fácil e coração caridoso, além de excelente contador de “causos” e piadas. Tinha grande carisma com as crianças; adorado pelos netos, bisnetos e todas as crianças que dele se aproximavam, facilmente se tornando uma delas.

Faleceu em 13/11/2020, aos 89 anos, deixando um enorme legado de bons exemplos, valores, honestidade, trabalho e muito amor aos familiares e amigos.

Comments


bottom of page