top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Cruzeiro faz gol no final e vence o Goiás, saindo da zona de rebaixamento


Reprodução

O Cruzeiro venceu e, mais emocionante que da forma como ocorreu, praticamente impossível.
Aos 50 minutos do segundo tempo, o jovem atacante Robert fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, na noite de segunda-feira (27/11), na Serrinha, promovendo, assim, certo alívio nesta Série A do Campeonato Brasileiro.
Com esse resultado, o time chegou aos 44 pontos e saiu da zona de rebaixamento, saltando da 17ª para a 13ª colocação, empurrando o Bahia para o Z4. Já o Esmeraldino, em situação desesperadora, continua em 18º com apenas 35 pontos.
Na escalação inicial, o técnico Paulo Autuori surpreendeu a torcida ao colocar o atacante Wesley, o mais criticado atualmente. No decorrer da partida, ele continuou tendo o seu nome como um dos mais comentados nas redes sociais, por um motivo comum em 2023: os gols perdidos, principalmente no primeiro tempo.
Futuro
O Cruzeiro volta a campo na próxima quinta-feira (30/11), quando pega o Athletico, às 20h, no Mineirão — time paranaense ainda busca se garantir na Copa Libertadores de 2024. Já o Goiás, neste mesmo dia, visita o Grêmio, atual 5º colocado e que acabou de ser goleado pelo Atlético.

O jogo
Já nos minutos iniciais, o Cruzeiro fez questão de mostrar que um resultado positivo era importante para a sua permanência na primeira divisão. Com jogadas de velocidade, o time não tinha muitas dificuldades para chegar ao gol adversário, mas um velho problema reapareceu: a ineficiência do ataque.
Wesley, principalmente, perdeu algumas chances claras, assim como Bruno Rodrigues. Aos 26 minutos, o camisa 9 saiu cara a cara com o goleiro Tadeu; em vez de finalizar, ele tentou passar pelo oponente, que conseguiu interceptar a bola.
Os mandantes até conseguiam manter a posse, mas o setor de criação era inoperante, enquanto os visitantes continuaram frequentando a área. No fim da primeira etapa, Wesley, novamente, errou um chute — na jogada, ele reclamou de um puxão de camisa, captado pelas imagens, mas o VAR não chamou o árbitro para a revisão.
O segundo tempo começou mais 'truncado', com o Esmeraldino melhor posicionado na defesa e a Raposa com mais dificuldades. A primeira grande chance celeste ocorreu aos 9 minutos, com um chute de fora da área do meia Mateus Vital, defendido por Tadeu.
Conforme o tempo passava, o Goiás conseguiu crescer na partida, mas devido às deficiências técnicas, também não conseguiu fazer muito. Autuori realizou alterações, como a entrada de Papagaio e Lucas Silva, mas elas não melhoraram a equipe.
Quando o jogo se aproximava do final, o desespero tomou conta e o Cruzeiro foi tudo para o ataque. Mas a ineficácia pesou e o placar permaneceu inalterado, até Robert aproveitar a 'chance da vida'. Aos 50 minutos, Bruno Rodrigues lançou para o garoto na ponta direita; ele dominou e finalizou forte, para a alegria e, claro, alívio dos torcedores,
Fonte: O Tempo

Comments


bottom of page