top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Jair e Eduardo Bolsonaro vão à posse de Milei na Argentina; Lula fica no Brasil


Reprodução

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL), seu filho, vão participar da posse do presidente eleito da Argentina, Javier Milei, em 10 de dezembro, em Buenos Aires.
Ambos torciam pela vitória de Milei na disputa contra Sergio Massa, atual ministro da Economia da Argentina. Milei, que se define como “ultraliberal e anarcocapitalista”, é chamado de “Bolsonaro argentino” por alguns.
No primeiro turno da eleição presidencial argentina, Eduardo Bolsonaro liderou uma comitiva de parlamentares brasileiros ao país vizinho para pedir votos a Milei. Tanto ele quanto o pai se manifestaram publicamente logos após a vitória de Milei, no domingo (19).
Jair Bolsonaro divulgou uma mensagem nas redes sociais dizendo que “a esperança voltou a brilhar”. “Parabéns ao povo argentino pela vitória com Javier Milei. A esperança volta a brilhar na América do Sul. Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil para que a honestidade, o progresso e a liberdade voltem para todos nós”, escreveu o ex-presidente.
Jair Bolsonaro vai ficar dois dias na Argentina e está avaliando se a ex-primeira-dama Michele Bolsonaro também estará na comitiva. As informações são de Fábio Wajngarten, advogado e assessor do ex-presidente.
Outro que comemorou a vitória de Milei foi o governador mineiro Romeu Zema (Novo), que fez uma postagem com argumentos ideológicos para parabenizar o presidente eleito na Argentina.
Lula não irá à posse e deve enviar diplomata
Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não deve comparecer ao evento de posse de Milei. Ele vai enviar um representante do Ministário das Relações Exteriores, que ainda não foi definido. O PT e outros partidos de esquerda declararam apoio a Massa na disputa argentina.
Na noite de domingo, Lula parabenizou o novo governo argentino, mas não citou nominalmente Milei. Por outro lado, o petista reiterou a disposição do Brasil em trabalhar junto com a Argentina.
“A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica. Desejo boa sorte e êxito ao novo governo. A Argentina é um grande país e merece todo o nosso respeito. O Brasil estará à disposição para trabalhar junto com nossos irmãos argentinos”, escreveu Lula no X, antigo Twitter.
Fonte: O Tempo

コメント


bottom of page