top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Veja craques do futebol mundial que nunca venceram a Champions



Dez entre dez jogadores do futebol mundial sonham ter um título da Champions League no currículo. A mística envolvendo a maior competição europeia é incomparável a qualquer outro título de clubes. Mas por caprichos do futebol alguns dos melhores jogadores da história jamais levantaram o tão desejado troféu. Na lista estão craques como Ronaldo, Romário, Ibrahimovic, Buffon e outros.

Fenômeno nunca disputou final
Um dos melhores exemplos é Ronaldo, que jamais venceu uma Champions ou disputou uma final. No recheado currículo, o atacante brasileiro tem duas Ligas, duas Supercopas da Espanha, um Mundial de Clubes, uma Recopa, uma Copa do Rei, duas Copa Américas, uma Copa da Holanda, uma UEFA e duas Copas do Mundo. O mais longe que o brasileiro chegou foi às semifinais com Real Madrid em 2003, quando foi eliminado pela Juventus de Turim (Milan venceu a final). Ao todo, Ronaldo disputou 42 partidas e marcou 16 gol, com 10 assistências.

Baixinho vice no Barça
Artilheiro nato e multicampeão por onde passou, Romário não pode se orgulhar de ter a Champions League na sua prateleira de troféus. Na temporada 1993/94, o craque foi finalista, mas caiu para o Milan, do italiano Daniele Massaro e o ganês naturalizado francês Desailly. Na decisão, os rossoneros golearam a equipe catalã por 4 a 0.

Ibra para nas semifinais
Outro craque do futebol que também não chegou a disputar a final da Liga dos Campeões foi Ibrahimovic. O sueco, que jogou em quatro das cinco grandes ligas europeias (Espanha, Itália, França e Inglaterra), só disputou uma semifinal com Barçelona de Messi e Guardiola em 2010, quando o time espanhol caiu para Inter de Milão (que acabou campeã). Na carreita toda, conquistou 32 títulos, um a cada 31 jogos, por sete equipes diferentes.

Três finais e nenhum título
Mas o caso mais emblemático é de Gianluigi Buffon, que disputou três finais de Champions League e perdeu todas. Contra o Milan em 2003 caiu na disputa por pênaltis e, tanto em 2015 como em 2017, foi eliminado para equipes espanholas. Na primeira ocasião, para o Barça de Luis Enrique e em 2017 para o Real Madrid de Zidane.
Pelo PSG, foi eliminado nas oitavas de final para o Manchester United depois de abrir 2 a 0 no jogo de ida e sofrer um 3 a 1 no Parque dos Príncipes. Campeão por clubes e seleção, Buffon disse que estava convencido de que o clube iria conquistar a "orelhuda".
- Essa continua a ser a maior desilusão da minha carreira até hoje - falou após aposentadoria.

Totti, Nistelrooy, Owen...
Outros exemplos que chamam atenção são: Rudd Van Nistelrooy, que foi artilheiro de Champions mais de uma vez e nunca disputou uma decisão; Cesc Fábregas, que foi à final em 2006 mas perdeu para o Barcelona, e Francesco Totti, eterno capitão da Roma.

Outros craques que não levantaram a taça foram: Nedved, Bola de Ouro em 2003 que não pôde jogar a final desse mesmo ano contra o Milan por estar suspenso; Michael Owen, outro Bola de Ouro que perdeu a final em 2011 contra o Barcelona; e Lothar Matthäus, que perdeu a decisão de 1999 na virada histórica do Manchester United. Um ano depois de se aposentar, ele viu o Bayern conquistar a sonhada "orelhuda".
Fonte: GloboEsporte

Comments


bottom of page